Erros mais comuns na compra de productos de Puericultura

São muitas as ocasiões nas quais nos deixamos guiar pelos conselhos de amigos e familiares quando temos um problema, quando devemos tomar uma decisão ou talvez, escolher algum artigo de bebés em lugar de outro. É um privilégio saber antecipadamente que lhes funcionou ou o que não, por que assim podemos economizar algum que outro desgosto e evitar um gasto inecessário.

Mas, sua experiência, será garantia que nos funcionará também a nós?

E pela nossa parte, seremos capazes de comprar dando mais valor a idoneidade e não a estética? É muito difícil deixar de lado um artigo de bebe que adoramos porque não é tão prático mo outro não tão bonito…

Com este post tentaremos ilustrar alguns casos nos quais podemos falhar e que convêm ter em conta.

Um exemplo são as cadeirinhas de segurança para automóvel. Teu carro tem Isofix? Quantas portas têm? E airbag? O tipo de carro que tenhas pesará muito na decisão final e o conselho de outras família deverá ser apenas orientativo. Por outro lado, esta totalmente desaconselhado usar uma de segunda mão. Não saberás se recebeu algum golpe que possa havê-la prejudicado.

Stroller too bigE os carrinhos de passeio? Antes de ficar encantada por algum modelo que lhe chamou a atenção pelo sua experiência deverás ter em conta vários pontos e entender que se tem que adaptar ao máximo a tuas particularidades do dia a dia.

Uso: Onde será usado a maior parte do tempo? Se gostas de rodas grandes mas mora na cidade e tens problemas de espaço no porta-malas, talvez não seja a melhor opção e deverás valorizar outros modelos. E pelo contrário, se onde moras, há muitas ruas empedradas ou se tiver que passar por lugares de terra ou parque de areia, as rodas pequenas não são as mais apropriadas, o bebé rebotará muito sentado em seu interior e a cadeira se estragará.

Espaço: Entrarás no elevador? Há carrinho que nem fechados entram facilmente em elevadores, ainda mais nos antigos. E… deixará o carrinho fechado na escola? Te ajudarão os avós? Cabe no seu porta-malas? Quando o assunto são as medidas do carrinho fechado, é muito mais importante do que aparece a simples vista.

Aspetos positivos que poderás ter em conta na hora de comprar um carrinho de passeio são por exemplo:

– Que as rodas sejam extraíveis, assim será mais fácil que caibam em outros porta-malas.
– Que ao estar fechado, possa se manter sozinho em pé, deste modo, ocupará menos espaço e não terás que apoiá-lo nas paredes que acabarão por se sujarem.
– Que possa ser fechado com uma mão apena, porque normalmente terás o teu bebé na outra mão.
– Que tenha um bom sistema de ventilação para que as crianças não passem muito calor e que os tecidos em contato com o bebé sejam de máxima qualidade.

E que temos a dizer dos intercomunicadores? Não é o mesmo viver em uma casa de dois andares em meio do campo e necessitar um que cubra 300 metros que viver em um apartamento e ter o bebé dormindo no quarto do lado. Em alguns casos, será imprescindível poder ver o bebé no ecrã para poder comprovar que tudo está bem, e em outros, basta ouvir sua voz e tudo estará controlado. Pense bem em tuas necessidades antes de tomar uma decisão e pensa se é necessário que inclua um milhão de opções que não utilizarás.

BabyTambém estão as mochilas porta-bebés. Aqui há tantas opiniões como pessoas, e este é um artigo que terá que se sentir confortável e que tem que ser fácil de usar. Claro, o mais importante é o que o bebé tenha uma postura adequada para seu correto desenvolvimento, mas se para os pais não são comodas ou práticas, acabarás não utilizando mesmo que tenha custado uma pequenas fortuna.

Por último, os brinquedos para bebé. As vezes compramos porque são tão bonitos… ou por que quando éramos pequenos queríamos ter um… mas o teu bebé vai querer? Quantas vezemos vimos um bebé querendo um brinquedo e com outro que não quis para nada? O mais oportuno será que nos guiemos pelas preferências da criança, ver que tipo de jogos de bebe le gosta se alguém nos contar que esse ou aquele brinquedo é um sucesso, deixe que teu bebé prove e se ele gostar, decidimos comprá-lo ou não.

Nosso post foi de ajuda? Esperamos que sim e que isso possa te ajudar em tuas próximas compras de coisas para bebé.

Compartilhar em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *