Cadeiras de auto: conheça suas características

A questão das cadeiras de auto merece um capítulo inteiro na enciclopédia dos pais. Chegar a conhecer todos os detalhes sobre as cadeiras é quase como poder se graduar com mérito para os pais…

Sillas de coche

Na hora de decidir qual vai ser a cadeira ou cadeiras de carro que vamos precisar, o primeiro que devemos ter em conta é a normativa vigente do nosso pais e as características do nosso automóvel. Tentando proteger às crianças, as normas de circulação estabelecem que as crianças até os 18kgs deverão viajar obrigatoriamente em sentido contrário à marcha se a cadeira infantil assim o permite.

As cadeiras de auto se classificam em primeiro lugar, por grupos: Grupo 0, 0+,1,2 e 3 em função da idade e peso das crianças:

Grupo 0:             Para bebês até 10Kg.
Grupo 0+:           Para bebês até 13Kg.
Grupo 1:             Para um peso entre 9  e 18Kg, de 9 meses aos 3 anos (aprox.)
Grupo 2:             De 15 a 25Kg, destinadas a crianças de 3 aos 6 anos aproximadamente.
Grupo 3:             De 22 a 36Kg, para crianças de 5 aos 12 anos.

A maioria das cadeiras infantis pertencem a mais de um grupo por que “crescem com a criança”. Por exemplo, as cadeiras de auto do grupo 2-3 dispõe de dispositivos que permitem alongar o encosto, mudar a altura dos cintos e alargar o assento, adaptando assim ao crescimento das crianças.

Escolhendo um sistema de retenção infantil deste tipo, prolongaremos a vida útil da cadeira de auto, e utilizaremos durante mais tempo.

Bebés protegidos por los sistema de retención infantil SRI

Para fixar a cadeira infantil ao automóvel, o sistema mais utilizado é o de cinto de segurança de 3 pontos, devidamente colocados entre as guias dispostas especificamente para isso. Tem que ser muito meticuloso com a instalação da cadeira e seguir muito bem as instruções já que se observaram que uma grande parte das cadeiras se instalam de forma errônea com o perigo que isso supõe às crianças.

Uma vez colocada a cadeira, existem diferentes modos de segurar a criança à cadeira. O mais comum é o cinto de segurança de 5 pontos, que é regulável e permite uma adaptação perfeita para cada criança. Encontraremos outros dispositivos específicos como o Isofix, as almofadas de segurança ou asas laterais especiais que foram desenhadas para aportar um plus de segurança ou como sistema alternativo ou complementário ao cinto do automóvel.

O que consiste o sistema Isofix? As cadeiras com sistema Isofix incluem 2 conectores em sua base que se fixam diretamente a estrutura do automóvel. Uns pilotos verdes indicam que a conexão foi realizada corretamente evitando assim erros que são fáceis de cometer sem saber. Além do mais, para evitar uma provável rotação ou tombamento da cadeira provocado pelo peso do bebé, é possível utilizar um terceiro ponto de fixação. Este terceiro ponto pode ser uma pata de apoio (support leg) na parte frontal ou bem uma fixação adicional chamado Top Tether e que também segura a parte superior da cadeira à estrutura do automóvel. Para as cadeiras do Grupo 0, 0+ e 1 (até 18Kg) que não incluem Isofix, se pode adquirir uma base Isofix e colocá-la na cadeira (verificar antes a compatibilidade). De todos as maneiras, antes de nos decidir por uma cadeira com estas características, devemos ter certeza que nosso veículo vem equipado com os pontos de Isofix.

E as almofadas de segurança? As almofadas de segurança foram pensadas para substituir o cinto de segurança nas cadeiras de grupo 0, 0+ e 1 (até 18Kg). Estas almofadas absorvem a energia em caso de impacto reduzindo o recorrido da cabeça e cervicais.

Niños protegidos mediante SRI

Cabe mencionar que devemos revisar minuciosamente a compatibilidade das cadeirinhas com os airbags do automóvel. Neste sentido, é totalmente incompatível ter o airbag frontal ativado enquanto se viaja como grupo 0 no assento dianteiro do copiloto.

Tendo em conta a obrigatoriedade de que as crianças viagem em sentido contrário à marcha até os 18Kg, alguns fabricantes lançaram no mercado cadeiras de auto com desenhos muito engenhosos capazes de satisfazer os papais mais exigentes. Cadeiras que rotam sobre si mesmas facilitando a colocação da criança, cadeiras com topes para proporcionar um espaço adicional para as pernas ou de reclinação especial para um ótimo conforto.

Sobra mencionar que as cadeiras de auto devem estar homologadas para cumprir com as normas vigentes ao respeito e ser muito exigentes neste quesito pela segurança de nossos filhos.

Para terminar, não devemos esquecer que os sistemas de retenção infantil (SRI) reduzem drasticamente as lesões em caso de acidente, ainda que dirigindo à uma velocidade moderada e que por este motivo é muito importante ser cuidadosos tanto na colocação da cadeira como na hora de colocar a criança na cadeira.

Categorias relacionadas:

Compartilhar em:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *