Conselhos para passar o bebé do berço para a cama

Quando se deve fazer a transição do bebé do berço para a cama? A resposta a esta questão não é exata nem definitiva, uma vez que isso dependerá não só do nível de desenvolvimento motor e pisocológico da criança mas também da sua maturidade. Normalmente, os pais percebem que já está na hora de passar a usar a cama, quando a criança já tem desenvoltura para sair facilmente do berço sem cair, descer do sofá e subir escadas, por exemplo.

Esta é uma etapa muito importante no desenvolvimento da autonomia das crianças, por isso, para que a transição se faça sem problemas, há que ter alguns cuidados.

Escolha o momento ideal

Adorable baby girl with curly hair playing with her bear betweenEnquanto no berço os movimentos da criança estão mais limitados, na cama tem mais liberdade e, por isso, consegue levantar-se e deslocar-se sozinha pela casa. Antes de efetuar esta troca, deve assegurar-se de que o seu filho já tem bons hábitos de sono. Sempre que o berço seja seguro para o peso e tamanho do bebé, não há urgência em se fazer a mudança.

A maioria das crianças deixa o berço em algum momento entre os 18 meses e os 3 anos e meio. Segundo alguns pediatras, um bebé de 90 centímetros que já consiga escalar, está apto para dormir numa cama.

Tenha em atenção que a passagem do berço para a cama de bebé não deve ser ocorrer ao mesmo que tempo que outros grandes momentos da vida de uma criança, como a ida para a creche, a troca de quarto, a chegada de um irmão ou o início do treino para deixar as fraldas.

Seja exigente ao escolher a cama

É essencial que a nova cama seja confortável para a criança e, simultaneamente, seja segura como o berço. Antes de comprar a cama, saiba que é recomendável que esta seja amplanão muito alta e não tenha esquinas salientes. Se tiver barras na cabeceira, a distância entre elas deve impossibilitar que a criança possa ficar entalada. Além disso, deve ter a preocupação de a colocar longe de janelas ou tomadas. Aconselha-se, ao princípio, o uso de uma barra de segurança lateral, para evitar possíveis quedas durante o sono. Ou, em alternativa, pode começar por colocar o colchão no chão e só depois passar o bebé para o seu novo leito.

Explique-lhe as razões da mudança

Kid Kraft Cama berço barcoPassar a dormir numa cama “grande” significa uma grande mudança para um bebé. Assim, para que ele veja esta transição como algo normal, é fundamental que explique ao seu filho as razões desta nova situação.

Transmita-lhe a sua alegria por já estar tão crescido e, por isso, merecer dormir, a partir desse momento, como os mais crescidos, o que llhe que permitirá também ter mais espaço para ele e para os seus brinquedos. Poderá organizar uma “festa da cama”, para celebrar a mudança ou convidar a criança a participar na desmontagem do antigo berço e montagem da cama nova.

É recomendável igualmente mostrar-lhe que a maior liberdade de movimentos que terá na cama não quer dizer que deve sair dela constantemente, mas que deve saber respeitar o seu sono e o dos outros. Assim, explique-lhe que só deverá levantar-se devido a razões ou necessidades importantes.

Adote novas medidas de segurança em casa

No início, poderá limitar a zona da sua cama com barreiras de segurança ou optar por usar um sistema acústico que avise, caso a criança saia do quarto. Nos primeiros dias, visite-o com frequência, para controlar o seu comportamento e para que não se sinta sozinho e enclausurado, mas, em caso algum, o coloque novamente no berço, pois isso significaria um retrocesso.

A partir do momento em que a criança passa para a cama, é imprescindível adotar precauções extra em casa, para preservar a sua segurança, no caso de se levantar durante a noite. É preciso ter consciência de que o que antes não constituía qualquer perigo agora pode revelar-se algo bastante perigoso. Assim, aconselha-se a que, por exemplo, feche a porta de casa à chave; tenha o cuidado de manter fechadas as janelas mais acessíveis; deixe uma pequena luz de presença acesa, para evitar que o bebé tropece e se desoriente se sair da cama e/ou do quarto a meio da noite.

Mantenha os hábitos de sono

Bed timeComo já foi referido, é fundamental que esta mudança tenha lugar quando a criança já tem bons hábitos de sono, para evitar contínuos passeios noturnos por parte dos pais ou do bebé. Assim, é aconselhável manter as rotinas de sono, deixando-o dormir do mesmo modo, com um peluche ou outro objeto habitual que o ajude a adormecer.

Inicialmente, pode cobri-lo com as mesmas mantas ou colchas que usava no berço, para que as suas sensações não variem muito. Se antes havia lugar para a leitura de uma história antes de dormir, deve ser mantido este hábito, para que a criança associe o seu novo espaço de dormir a um momento agradável da sua rotina.

O fundamental para que uma criança durma bem é sentir-se seguro, tanto física como psicologicamente e essa segurança, em grande medida, será também transmitida aos pais.

Compartilhar em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *